MELANOMA C UTÂNEO


Começa a ser uma doença comum, mais diagnosticada atualmente. Sua incidência está cada vez maior e, na última década, só não cresceu mais que o câncer de pulmão.
As razões não são bem claras deste aumento da incidência, porém, parece ser pela maior exposição dos raios solares. Ë mais comum ocorrer em indivíduos de pele clara e, seu diagnóstico deve ser feito o mais precoce possível.
Mais que 90% dos melanomas podem ser diagnosticados por profissionais experientes, clinicamente (só pela observação).
O melanoma pode ocorrer em qualquer local do corpo, sendo mais comum nas pernas nas mulheres e no tronco nos homens.
Qualquer lesão de pele, escura, que sofre alteração (mudança de cor, tamanho, coceira) deve ser vista por médico especialista e o passo seguinte é a biópsia da mesma.
O país onde encontramos ,uma população com incidência alta de melanoma é a AUSTRÁLIA. País com muito sol e onde as pessoas apresentam a pele, cabelos e olhos bem claros.
A região de São Paulo apresenta também uma incidência relativamente alta, provavelmente pela quantidade de imigrantes Europeus e, devido a presença do sol, que é quase uma constância.
A exposição ao sol parece ser o mais importante fator de risco para a ocorrência de melanoma. Indivíduos que habitam no litoral tem este risco aumentado.
A camada de ozônio, protege nossa atmosfera da penetração dos raios ultra violetas e quando ocorre sua perda, estes raios penetram e aumenta a probabilidade da ocorrência de tumores em pele, principalmenteo melanoma.
Os protetores solares parecem não exercer muita proteção para indivíduos com chances de obter melanoma. Isto porque, estes bloqueadores, filtram os UVB (raios ultra violetas-B) porém não os raios UVA e, quando as pessoas usam os bloqueadores, expõem-se por mais tempo ao sol, aumentando assim esta possibilidade.

Alguns tipos de melanoma de pele:



COORDENAÇÃO | SOBRE A ESPECIALIDADE | BIBLIOTECA ONLINE | RECURSOS INTERNET | EDUCAÇÃO | PESQUISA | EVENTOS
| CASOS CLÍNICOS | COLABORADORES | MAIS... | NOVIDADES | CONTATO

Hospital Virtual
Uma reallização NIB
Copyright (c) 1997 Universidade Estadual de Campinas