(ENTIDADES ASSOCIATIVAS) (INSTITUIÇÕES) (CONSELHOS) (EMPRESAS E PRODUTOS) (ÁREAS DE F.T.P.)


Entidades Associativas

Esta seção do Departamento de Anestesiologia tem por objetivo a divulgação de endereços-links de entidades, nacionais ou do exterior, relacionadas à área anestesiológica e afins, e que atuem como órgãos de classe e/ou de interesse científico comum.
Instituições de Interesse para o Anestesiologista

Aqui estão incluidas, fundamentalmente, Instituições de natureza essencialmente acadêmicas. Entretanto, para facilitar o acesso dentro do Departamento de Anestesiologia, optamos por incluir aqui também outras instituições (sem vínculos acadêmicos diretos) que atuem na divulgação de informações da área anestesiológica.


Iniciativas pioneiras na WWW, na área anestesiológica, no Brasil:



Conselhos Federais, Regionais...



Empresas e Produtos

A título de referência, são citados algumas empresas/produtos de interesse para a classe médico-anestesiológica:
Áreas de F.T.P. na Internet


Com o objetivo de colaborar na difusão de endereços para FTP ("File Transfer Protocol"), o Departamento de Anestesiologia elaborou uma pequena lista, a qual pode ser considerada como "básica" ou "para iniciantes":

  • Hospital Virtual Brasileiro: Ainda em fase de estruturação. Disponibliza parte do acervo de "software" médico do Núcleo de Informática Biomédica da Unicamp, dentre outros. O Departamento de Anestesiologia, em breve se fará presente nele.
  • Núcleo de Informática Biomédica da Unicamp: Este é uma importante referência como repositório de "software" para a área médica. Abriga grande quantidade de programas de domínio público, com aplicações em diversas áreas (destaque para Inteligência Artificial, Bioestatística, Ensino). Alguns dos arquivos ainda contêm sistemas que rodam sob DOS.
  • "Sites" de FTP de aplicações genéricas:
    • Universidade Estadual de Campinas: Abriga uma série de coletâneas de "software", tanto os de domínio público como os "shareware", na forma de espelho da Winsite. Diretórios divididos em aplicativos específicos, bem como em diversos sistemas operacionais (inclusive Mac-OS). Inconveniente: a fim de possibilitar um "download" minimamente ágil, o Centro de Computação da Universidade limita em 50 (cinquenta) o número máximo de usuários conectados para FTP anônimo.
    • Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro :Assim como o FTP da Unicamp, possui um bom acervo, muito embora não idêntico ao anterior. Nos meses de agosto e setembro de 1996, vinha apresentando acesso e taxas de transferência de dados mais interessantes que o da primeira.
    • FTP da Embratel
    • Jumbo: Trata-se de um dos mais importantes endereços (aqui, acessado via WWW) de "freeware" e "shareware" (sobretudo). Localizado nos Estados Unidos, é mantido pela publicidade que veicula. Dependendo do horário da conexão, apresenta razoáveis taxas de transferência.
    • Shareware.com: Índice e instrumento de busca para endereços de FTP anônimo na Internet.
    • Tucows: Empresa norte-americana (só pra variar... :-))que possui importantes repositórios de "software" ("free" e "shareware"). Tem diversos espelhos em diversos pontos do mundo. Pode ser acessado através de alguns de seus espelhos no Brasil. Destaque para o seu repositório de programas dedicados à Internet, tanto para desenvolvedores como usuários finais (iniciados ou não).
    • The WinSite Archive: Grande repositório de "shareware", hospedado nos Estados Unidos.
    • Hotfiles: Um outro repositório norte-americano.

- Trabalhando bem com o FTP -
Se você é um iniciante na arte do FTP (obtenção de arquivos - também conhecido como "download" - através da Internet), deve estar ciente de alguns aspectos muito úteis e importantes:
  • muitos endereços hospedam arquivos para FTP anônimo, isto é, qualquer um pode realizar o "download" dos arquivos ali hospedados.
  • alguns endereços, contudo, somente permitem o "download" para pessoal autorizado (através de senha).
  • o envio de arquivos ("upload") para estes locais é, frequentemente, restrito a usuários cadastrados no sistema.
  • existem diversos programas que realizam o "download" para você. Eles podem ser encontrados em qualquer "site" de FTP dos acima citados. Entretanto, as últimas gerações dos "browsers" (ex.: Netscape, Internet Explorer, etc) já trazem incorporados em si rotinas para esta tarefa. Para tal, frequentemente basta um clique sobre o nome do arquivo que se deseja "baixar" para o seu computador.
  • ao efetuar o "download" de um arquivo qualquer, tenha muito cuidado. Embora seja raro, o arquivo obtido pode estar infectado por algum vírus. Assim, coloque-o inicialmente em um subdiretório (ou pasta) destinado apenas a ele, de preferência, e verifique com um programa anti-vírus a existência ou não de infecção. Somente então execute o arquivo ou descomprima-o.
  • as taxas de transferência de dados para FTP tendem a acompanhar as mesmas regras da WWW. Elas tendem a ser maiores em períodos de menor demanda, como após as 2 ou 3 horas da madrugada e início das manhãs. Estas taxas também dependem da velocidade de sua conexão (seu modem) com seu provedor de acesso e deste com o "backbone" ao qual se liga. Portanto, exija de seu provedor conexões suficientemente ágeis para o número de usuários para o qual provê acesso.
  • em caso de dúvidas, contacte o Departamento que procuraremos esclarecê-lo na medida do possível.


COORDENAÇÃO | CASOS CLÍNICOS | BIBLIOTECA ONLINE | RECURSOS INTERNET | EDUCAÇÃO | PESQUISA | EVENTOS
| SOBRE A ESPECIALIDADE | COLABORADORES | MAIS... | NOVIDADES | CONTATO

Hospital Virtual
Uma reallização NIB
Copyright © 1997 Universidade Estadual de Campinas